Cerenia Zoetis -   4 comprimidos - para náuseas e vômito
  • Cerenia Zoetis -   4 comprimidos - para náuseas e vômito

Cerenia Zoetis - 4 comprimidos - para náuseas e vômito

Sku: 5A78620836260-16 MG

NCM: 3004.20.99

Categoria: Medicamentos para CachorroRemédio para vômito e enjôo

Marca: Zoetis

Código de Barras: 78980449717880

Quantidade Disponivel: 3 un

Lançamento

Dosagem

Por R$ 73,00

à vista R$ 69,35 economize 5% no Boleto ou Transferência Itaú ou Depósito Bancário

ou em 7x de R$ 11,28

Ver parcelas
1xdeR$ 73,00 Total: R$ 73,00
2xdeR$ 36,50 Total: R$ 73,00
3xdeR$ 24,33 Total: R$ 73,00
1xdeR$ 73,00 sem juros Total: R$ 73,00
2xdeR$ 36,50 sem juros Total: R$ 73,00
3xdeR$ 24,33 sem juros Total: R$ 73,00
4xdeR$ 19,17 Total: R$ 76,69
5xdeR$ 15,49 Total: R$ 77,44
6xdeR$ 13,03 Total: R$ 78,19
7xdeR$ 11,28 Total: R$ 78,96
Frete e Prazo

Simule o frete e o prazo de entrega estimados para sua região:

Descrição do Produto

Excelente medicamento para vômito em cães. Pode ser utilizado também para cães que vomitam e sentem náuseas quando andam de carro.

A caixa vem com 4 comprimidos pequenos e fáceis de administrar.

Não dá sono e  melhora muito a qualidade dos cães durante a viagem.

Informações do Produto

BULA DO CERENIA

DESCRIÇÃO:

 O maropitant é um antagonista dos receptores da neurocinina 1 (NK1 ) que bloqueia a ação farmacológica da substância fósforo no sistema nervoso central. Maropitant é a denominação comum para uma quinuclidina substituída. O e seu peso molecular é 678,81. Seu nome químico é citrato monoidratado (2S,3S)-2-benzidril-N-(5-tertbutil-2-metoxibenzil) amina-3 quinuclidina. Cada comprimido oval cor de pêssego é ranhurado e contém 16, 24, 60 ou 160 mg de maropitant, na forma de citrato de maropitant por comprimido.

 

INDICAÇÕES

Cerenia® (citrato de maropitant) Comprimidos é indicado para prevenção do vômito agudo e do vômito induzido pelo enjôo de movimento em cães.

 

POSOLOGIA: 

Para prevenção do vômito agudo: Cerenia® Comprimidos deve ser administrado oralmente na dose mínima de 2 mg/kg de peso corporal, uma vez ao dia, por até 5 dias.

Prevenção do vômito agudo - dose mínima de 2 mg/kg de peso.

Para prevenção do vômito induzido por enjôo de movimento: Cerenia® Comprimidos deve ser administrado oralmente, na dose mínima de 8 mg/kg de peso corporal, duas horas antes da viagem, por até dois dias consecutivos.

Os cães devem fazer jejum de uma hora antes da administração de Cerenia®

 

FARMACOLOGIA E FARMACOCINÉTICA:

 A caracterização farmacocinética associada com o maropitant após administração oral  ou subcutânea  em cães. A biodisponibilidade absoluta do maropitant foi muito mais alta após a injeção subcutânea  (91% a 1 mg/kg) do que após a administração via oral (24% a 2 mg/kg). A biodisponibilidade oral pode estar subestimada devido à presença de cinética não-linear e à T1/2 mais longa resultante observada após administração intravenosa. Embora o metabolismo hepático de primeira passagem tenha contribuído para a biodisponibilidade relativamente baixa após a dose oral, o estado prandial não afeta de modo significativo a extensão da biodisponibilidade oral. Pode-se esperar uma exposição à droga maior do que proporcional à dose com um aumento na dose. O clearance sistêmico do maropitant após administração intravenosa foi de 970, 995 e 533 mL/h/kg em doses de 1, 2 e 8 mg/kg, respectivamente. Uma relação de acúmulo de 1,5 foi observada após administração única diária de maropitant por cinco dias consecutivos a 1 9 (subcutânea) ou 2 mg/kg (via oral). 

A recuperação urinária do maropitant e seu principal metabólito foi mínima (<1% cada um). O metabolismo hepático do maropitant envolve duas isoenzimas do citocromo P-450: CYP2D15 e CYP3A12. Com base em dados cinéticos in vitro das enzimas, acredita-se que a cinética não linear esteja parcialmente associada com a saturação da enzima de baixa capacidade (CYP2D15). No entanto, à medida que as doses aumentam (20-50 mg/kg VO), a proporcionalidade da dose é restabelecida. Com base na cinética enzimática in vitro, o envolvimento de uma enzima de alta capacidade (CYP3A12) pode contribuir com este retorno à linearidade da dose. A ligação às proteínas plasmáticas do maropitant foi alta (99,5%). 

 

FARMACODINÂMICA:

O vômito é um processo complexo, coordenado centralmente pelo centro do vômito, constituído de diversos núcleos do tronco cerebral (área postrema, núcleo do trato solitário e núcleo motor dorsal do vago) que recebem e integram estímulos sensoriais de fontes centrais e periféricas, bem como estímulos químicos da circulação e do líquido cefalorraquidiano. O maropitant é um antagonista dos receptores da neurocinina 1 (NK1 ), que atua inibindo a ligação da substância P, neuropeptídeo da família das taquicininas. A substância P é encontrada em concentrações significativas nos núcleos que constituem o centro do vômito, sendo considerada o neurotransmissor-chave envolvido no vômito.1 Ao inibir a ligação da substância P no centro do vômito, o maropitant proporciona uma eficácia de amplo espectro contra causas neurológicas (centrais) e humorais (periféricas) do vômito. Estudos em modelo in vivo em cães demonstraram que o maropitant tem eficácia antiemética contra emetizantes de ação central e periférica, incluindo a apomorfina e o xarope de ipecacuanha. 1 Diemunsch P, Grelot L. Potential of substance P antagonists as antiemetics. [Review] [60 refs]. Drugs. 2000;60:533-46.

 

EFICÁCIA

Prevenção do vômito agudo: Em estudos de laboratório, Cerenia® Comprimidos, administrado na dose mínima de 2 mg/kg PC, reduziu significativamente o número de eventos eméticos associados com estímulos neurológicos (centrais) e humorais (periféricos) estabelecidos. Após administração de xarope de ipecacuanha (estímulos eméticos periféricos), o vômito foi observado em 33% (4 de 12) dos cães beagle tratados com Cerenia® Comprimidos e em 83% (10 de 12) dos cães tratados com placebo. Após administração de apomorfina (estímulos eméticos centrais), o vômito foi observado em 33% (4 de 12) dos cães beagle tratados com Cerenia® Comprimidos e em 100% (12 de 12) dos cães tratados com placebo. Em um estudo com 275 pacientes caninos apresentados a hospitais veterinários com histórico de vômito agudo, os cães receberam inicialmente uma injeção de Cerenia® ou placebo no Dia 0. Após a dose inicial, os cães foram tratados com Cerenia® Comprimidos na dose mínima de 2 mg/kg por via oral ou Solução Injetável a 1 mg/kg por via subcutânea ou placebo, uma vez diariamente a critério do veterinário. Dos 199 cães incluídos na análise de eficácia, 27 de 54 cães (50%) no grupo de placebo apresentaram vômito em algum momento durante o estudo, e 31 de 145 cães (21,4%) no grupo tratado apresentaram vômito durante o período de estudo. Prevenção do vômito induzido por enjôo de movimento: Em um estudo com pacientes caninos levados numa viagem de carro de uma hora e tratados com Cerenia® Comprimidos na dose mínima de 8 mg/kg PC ou comprimidos de placebo duas horas antes da viagem, 67 de 122 (55%) dos cães vomitaram durante a viagem quando tratados com placebo, enquanto 8 de 122 (7%) vomitaram durante a viagem após tratamento com Cerenia®. A probabilidade de um cão, neste estudo, inclinado a sofrer de enjôo de movimento, NÃO vomitar durante uma viagem foi de 93% se tratado com Cerenia® e de 48% se tratado com placebo.

 

SEGURANÇA:

Estudos de laboratório e avaliações clínicas de campo demonstraram que Cerenia® é bem tolerado em cães após administração oral. Estudo de segurança do animal-alvo: Cinqüenta e seis cães beagle (28 machos e 28 fêmeas) com cerca de 16 semanas de idade receberam Cerenia® Comprimidos por via oral, uma vez diariamente por 15 dias, a 0, 2, 6 e 10 mg/kg. O grupo de 2 mg/kg tinha 8 cães (4 machos e 4 fêmeas) e os demais grupos, 16 cães (8 machos e 8 fêmeas). Cerenia® causou reduções estatisticamente significativas no consumo alimentar e peso corporal não dependentes da dose e que não persistiram após o término do tratamento. Estudo de segurança do animal-alvo: Quarenta cães beagle (20 machos e 20 fêmeas) entre 16 e 18 semanas de idade receberam Cerenia® Comprimidos por via oral, uma vez diariamente por 6 dias, a 0, 8 e 24 mg/kg. Os grupos de 0 e 24 mg/kg tinham 16 cães (8 machos e 8 fêmeas) e o grupo de 8 mg/kg, 8 cães (4 machos e 4 fêmeas). Na dose de 24 mg/kg, Cerenia® causou diminuição no consumo alimentar, com redução do peso corporal, do fígado e dos testículos, bem como aumento na contagem de hemácias, indicando hemoconcentração, mas os efeitos sobre consumo alimentar, peso corporal e contagem de hemácias não persistiram no período de recuperação após o tratamento (além do Dia 5). Estudo de tolerância: Vinte e quatro cães beagle (14 machos e 10 fêmeas) entre 11 e 25 semanas de idade receberam Cerenia® Comprimidos em duas fases, com 8 cães por grupo. Na primeira fase, os cães receberam 0, 20 ou 30 mg/kg por via oral, uma vez por dia por 7 dias e, na segunda fase, Cerenia® Comprimidos de 0, 40 ou 50 mg/kg uma vez por dia por 7 dias. Administrado a 20 e 30 mg/kg, Cerenia® causou vômito ocasional em cães beagle. Administrado em doses exageradas de 40 mg/kg (5X) e 50 mg/kg (6,25X) por via oral, uma vez por dia por 7 dias (duração 3,5X) a cães beagle, Cerenia® provocou sinais clinicamente relevantes de perda de peso, vômito, fezes moles, fraqueza, letargia, salivação e hipocalemia. Adicionalmente, foram observadas tendências para diminuição dos valores de fósforo plasmático e do número de leucócitos, caracterizada por neutrófilos reduzidos. Todos os grupos de tratamento apresentaram freqüência cardíaca mais baixa e intervalos QT corrigidos prolongados de maneira dependente da dose. Em estudos de segurança de campo com pacientes veterinários, Cerenia® Comprimidos e Solução Injetável foram bem tolerados em cães com vários problemas de saúde, incluindo parvovirose, gastroenterite e doença renal. Cerenia® foi usado com segurança em cães recebendo outros produtos veterinários de uso freqüente, tais como soluções de reposição de fluidos e eletrólitos, agentes antimicrobianos, vacinas, antiácidos e agentes antiparasitários. Não houve diferenças observáveis em valores laboratoriais médios entre os pacientes tratados com Cerenia® e com placebo.

 

CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO: 

Cerenia® Comprimidos deve ser armazenado à temperatura ambiente controlada, entre 15°C e 30°C

 

PRODUTO IMPORTADO

Avaliação dos Clientes
  • Nenhum comentário foi postado para esse produto, seja o primeiro!